Hlayisa

HLAYISA, também conhecido como “Serviços de HIV Baseados na Comunidade para a Região Sul (Maputo, Gaza e Inhambane)”, é um projecto de quatro anos (2017-2021), financiado pela USAID e implementado pela N'weti, em conjunto com parceiros do consórcio ANEMO e Reencontro . Hlayisa é uma expressão das línguas Tsonga, que significa cuidar da sua própria saúde e investimentos, bem como da família. Durante o primeiro ano de implementação, a Hlayisa teve actividades em 19 distritos prioritários da província de Maputo, Gaza e Inhambane, enquanto que durante o segundo ano, Hlayisa está a trabalhar em 13 distritos, nas províncias de Gaza e Inhambane.

Hlayisa utiliza uma abordagem holística e dinâmica para fornecer serviços baseados na comunidade para comunidades e pessoas vulneráveis, com um foco especial em jovens e PVHIV. Os objetivos do projeto correspondem às metas 90-90-90 da ONUSIDA (UNAIDS), que estabelecem que - até 2020, 90% das pessoas vivendo com HIV conhecem o seu estado serológico; 90% das pessoas testadas e diagnosticadas vivendo com HIV estejam em tratamento antiretroviral e; 90% dos pacientes em tratamento antiretroviral tenham supressão viral.

O projecto visa:

  • Criar um ambiente favorável para o uso de serviços de saúde através da mobilização da comunidade pelos líderes comunitários, realização dos diálogos comunitários e clubes para raparigas e jovens vulneráveis;
  • Aumentar o uso dos serviços de HIV, de saúde sexual e reprodutiva, fornecendo a testagem comunitária de HIV através de abordagem de caso índice e serviços amigáveis para adolescentes e jovens (SAAJ);
  • Melhorar as ligações bidirecionais entre os serviços baseadas na comunidade e unidades sanitárias através da oferta e seguimento das referências;
  • Melhorar a retenção de pessoas vivendo com HIV em tratamento através de visitas domiciliarias preventivas, buscas consentidas dos faltosos e abandonos, e facilitação dos grupos de apoio à adesão comunitária (GAAC);
  • Melhorar os meios substanciais e a qualidade de vida das pessoas vivendo com HIV e raparigas adolescentes ​​e jovens vulneráveis através de grupos de poupança e ligações às actividades geradoras de rendimentos.